Luis Scola virou poster ontem…

Espanha 82 x 63 Brasil

A Federação Espanhola de Basquete confirmou que Pau Gasol estará distribuindo autógrafos para os jogadores brasileiros nesta noite, após o jantar, no saguão do hotel. 

A Federação Espanhola de Basquete confirmou que Pau Gasol estará distribuindo autógrafos para os jogadores brasileiros nesta noite, após o jantar, no saguão do hotel. 

Alguém avisou o Andray Blatche que essa bola só é permitida na NBA?

Depois de aprontar pra cima de Porto Rico, agora foi a vez de Senegal deixar a poderosa Croácia para trás nesta que foi a maior zebra do Mundial até aqui. Croácia que por sua vez havia ganhado da Argentina no dia anterior. Tudo muito louco.

A seleção senegalesa ainda vai pegar Argentina e Filipinas antes de destruir completamente o nosso bolão.

Treinando assim o cara vai ter que comer muto mais que 6 mil calorias por dia.

Quem vai amarelar pro Raulzinho hoje a tarde dá um jóinha.

Frank Sinatra + Filipinas + basquete.
Seis dentes perdidos

-

Foi o saldo do croata Dario Saric depois de levar uma cotovelada do argentino Andreas Nocioni, durante a vitória de sua seleção sobre os hermanos. De acordo com a imprensa local, eles eram na verdade implantes dentários, o que nos leva a crer que não restam muitos dentes de verdade na boca do croata. 

Saric ainda voltou pro jogo para anotar 16 pontos e pegar nove rebotes.

Não se deixe enganar pelo papel discreto que os times da NBA reservam a Luis Scola. Quando o torneio é da Fiba, a bola é Molten e o uniforme é da Argentina, o cara vira um monstro.
Há quem diga que isso acontece porque ele se encaixa neste estilo Fiba de basquete. Há quem diga que isso acontece porque ele dá o sangue quando veste a camisa argentina. Há quem diga que isso aconteceria na NBA se ele realmente tivesse uma chance. Sinta-se a vontade para criar a sua própria teoria. Enquanto isso, Scola vai fazendo seu nome. Ano após ano. Torneio Fiba após torneio Fiba. 
Nestes dois primeiros dias, ele já acumulou 50 pontos e é o cestinha do Mundial. Isso sem falar nos 19 rebotes em dois jogos. Na derrota diante da Croácia, ele descansou apenas três minutos.
Só pra lembrar, a média dele nas Olimpíadas de Londres foi de 18 pontos por jogo. No Mundial de 2010 foi de 27,1.
Há pelo menos dez anos a Argentina é um dos melhores times do mundo, sempre entre as primeiras seleções, quando não é ela mesma a campeã. Ao longo de todos esses dez anos, lá estava Luis Scola, com a mesma consistência, com a mesma regularidade.
Fora do mundinho restrito da NBA, Luis Scola é certamente um dos melhores jogadores da história do basquete. E o Mundial na Espanha deve ser uma das suas últimas participações pela seleção argentina. Vamos ver até onde ele consegue levar esse time. Enquanto essa jornada não termina, a gente apenas observa.

Não se deixe enganar pelo papel discreto que os times da NBA reservam a Luis Scola. Quando o torneio é da Fiba, a bola é Molten e o uniforme é da Argentina, o cara vira um monstro.

Há quem diga que isso acontece porque ele se encaixa neste estilo Fiba de basquete. Há quem diga que isso acontece porque ele dá o sangue quando veste a camisa argentina. Há quem diga que isso aconteceria na NBA se ele realmente tivesse uma chance. Sinta-se a vontade para criar a sua própria teoria. Enquanto isso, Scola vai fazendo seu nome. Ano após ano. Torneio Fiba após torneio Fiba. 

Nestes dois primeiros dias, ele já acumulou 50 pontos e é o cestinha do Mundial. Isso sem falar nos 19 rebotes em dois jogos. Na derrota diante da Croácia, ele descansou apenas três minutos.

Só pra lembrar, a média dele nas Olimpíadas de Londres foi de 18 pontos por jogo. No Mundial de 2010 foi de 27,1.

Há pelo menos dez anos a Argentina é um dos melhores times do mundo, sempre entre as primeiras seleções, quando não é ela mesma a campeã. Ao longo de todos esses dez anos, lá estava Luis Scola, com a mesma consistência, com a mesma regularidade.

Fora do mundinho restrito da NBA, Luis Scola é certamente um dos melhores jogadores da história do basquete. E o Mundial na Espanha deve ser uma das suas últimas participações pela seleção argentina. Vamos ver até onde ele consegue levar esse time. Enquanto essa jornada não termina, a gente apenas observa.

Loading more posts